MDG...até qualquer dia!

Vou começar por referir o quanto me soou estranho o anúncio do final do MDG. Até pelas circunstâncias em que eu ouvi a notícia foi estranho.
Como sabem, moro em São Paulo há quase 5 anos e numa 4ªfeira como o FCP jogava um jogo decisivo para a Liga dos Campeões coloquei no "relato" (sim, já tive de explicar aos brasileiros o que significa o termo) na página da internet da TSF. Ao abrir a página aparece nos destaques a notícia dos MDG. Não caro leitor, não soube a partir de qualquer site especializado mas sim pela TSF!!!

Soltei no meio do trânsito de SP, um sonoro e nortenho "Car****!!!!!!!!!!!".
Como assim? Ainda há pouco tempo tinha visto uma entrevista do Ace na TVChelas a comentar que os MDG estavam a dar um tempo, uma espécie de sabática, portanto não esperava algo tão repentino e até "cruel" para os fãs. Mas a vida é mesmo assim e siga...
Aí fui invadido por um misto de tristeza e nostalgia que me transportou para os tempos da minha primeira cassete (alguns que nos leem talvez perguntem o que é isso?) com  faixas de Dealema e MDG. Indiscutivelmente, MDG (tal como os Dealema) são património cultural do HipHop português e nem vamos falar do seu ascendente no norte do país.

Quantos de nós cresceram a ouvir MDG? Quantos de nós tiveram adolescências preenchidas com  com o "Sem cerimónias" e outros álbuns como banda sonora?

Curiosamente a notícia do final do MDG surgiu pouco tempo depois do retorno dos ATCQ, 18 anos depois.Fica a dica...portanto, quando a saudade apertar, estamos aqui de braços abertos para vos receber de volta.

Comentários