20 anos de Illmatic



Os últimos anos tem tido diversas celebrações de vigésimo aniversário de clássicos da Golden Age. Consequência óbvia de anos prolíferos como 1992, 1993  e 1994. Wu-tang, Public enemy, Gangstarr , entre outros, soltaram discos que hoje temos como inatingíveis e intemporais. As pessoas certas no sitio certo, à hora certa. Atualmente, é complicado repetir tais alinhamentos planetários. 
E por falar em alinhamento, 1994 testemunhou  aquele que acho até hoje o mais impactante. 10 temas, produtores do calibre de PRIMO, Pete Rock e Large Pro e um miúdo prodígio chamado Nas. 
Repito, pessoalmente, trata-se do (meu) melhor disco de sempre. Uma afirmação mais que batida para amantes do rap e da cultura.  
Acredito que todos tenham uma história especial com determinado disco. O meu primeiro contato com Illmatic foi em 2004, quando este já comemorava 10 anos. Na época já andava pela bancas a HHNation portuguesa e o acesso à internet generealizava-se cada vez mais, e com isso o meu apetite pelo Hip Hop internacional foi aumentando ( relembro que 2 anos depois estava a inaugurar o blog). 
Essas HHnation que ainda guardo religiosamente no meu quarto tinham uma coluna dedicada aos clássicos. Era uma coluna venerada porque a cada revelação, a minha admiração pelo estilo musical aumentava. 
Lembro-me bem quando saiu esse número. Fiz um print screen mental da capa e passado uns dias, numa casual 'checkagem' de discos nas prateleiras do Jumbo (sim, vocês leram Jumbo), descubro o disco duplo de comemoração dos 10anos de Illmatic. 
A capa era versão preto e branco do original. Disco 1 com os dez temas originais e o segundo com remixes e dois inéditos. Artwork elaborado e com todas as letras. 
Confesso que comprei o disco ingenuamente, isto é, mais pela curiosidade e pela credibilidade da coluna da HHNation do que pelos atributos musicais extraordinários que somente viria a descobrir mais tarde. Uma das grandes compras da minha vida!!!!

Aproveitem para ver este pequeno documentário acerca dos 20 anos do álbum.

Comentários