BATTLE OF THE YEAR



Para quem era fã de LOST ainda é estranho ver alguns dos seus carismáticos personagens a entrar noutros papéis.
Mais um filme pipoca. Com argumento clichê de um conjunto de rapazes talentosos que não sabiam trabalhar em equipa, entretanto surge o José Mourinho lá do pedaço e as coisas começam a entrar nos eixos. Porém, dá sempre para entreter e é excelente promoção fora das fronteiras do movimento para uma marca estabelecida como o "Battle of the year"

Comentários