Big Pun - The Legacy [Review]




Esta semana tive o prazer de assistir ao documentário " Big Pun – The Legacy". Tal como o nome indica estamos perante um documentário que relata a efémera, mas recheada, passagem de Christopher Rios por este mundo. 

O documentário apresenta-se numa forma tradicional, preenchido por testemunhos de familiares, amigos e artistas do meio, integrados numa ordem cronológica clara e contextualizada. Inicialmente, é apresentada a raiz social do Bronx dos anos 70, na qual gerações de latinos e afro-americanos se inseriam e onde o jovem porto-riquenho Christopher cresceu. 

Aqui somos confrontados com os verdes anos de Big Pun, um adolescente compulsivo, enérgico, cómico e incrivelmente magro ao contrário do que todos vimos. Iniciou-se no mundo do tráfico de droga, algo que lhe trouxe, naturalmente, dissabores. Ainda novo, percebeu que esse não era o caminho. Casou, teve um filha e começou a evoluir fisicamente para aquilo que conhecemos e decidiu dedicar-se ao rap. Daí resultou o grupo Full-a-Clips com 3 homies seus. 

Mas foi quando o seu caminho e o de Fat Joe se cruzaram que as coisas começaram a ter contornos mais sérios porque Fat Joe já gozava de alguma notoriedade. E a mesma abriu uma janela de oportunidade para Big Pun. Com um buzz cada vez maior, publico e editoras acotovelavam-se para conhecer o fenómeno pois, nenhum latino alguma vez se tinha demonstrado tão bom. 


(Tats Cru - crew de graffiti muito próxima de Big Pun e responsáveis pelos memoriais elaborados no Bronx após a sua morte.)


O aguardado disco de estreia "Capital Punishment" arrebata excelentes criticas e a vénia de produtores e mc's reconhecidos do panorama. Melhor? Só a dupla platina que conseguiu alcançar. O inédito tinha acabado de acontecer. 

Contudo, para além do grande sucesso outra coisa se manteve grande, o apetite, e a partir de um determinado ponto a obesidade tornou-se um caso de vida ou de morte e as pessoas que o rodeavam aperceberam-se disso. Ainda tentou reabilitar o seu apetite voraz mas o vício foi mais forte e o bom gigante acabou por sucumbir a um ataque cardíaco no dia 7 de Fevereiro de 2000. 


2 anos, apenas 2 anos entre o sucesso de "Capital Punishment" e o seu desaparecimento. Parece pouco. Mas foi o suficiente para deixar uma marca profunda no coração dos fãs ou até nas paredes do Bronx.


Comentários