RIP Amy WineHouse

Faleceu Amy Winehouse, a notícia choque do dia logo atrás do atentado em Oslo.

Uma morte anunciada resultante de um final de vida recambulesca e humilhante de drogas e álcool. Perdeu-se um talento genuíno, uma voz única e hipnotizante. Uma força da natureza indomável.

Lembro-me de começar a escutar os discos de Amy por sugestão de uma amiga, a mesma amiga que hoje foi a primeira pessoa a lamentar-se nos feeds do meu facebook .

Existiam duas Amy’s: a cantora idolatrada com duas obras-primas singulares (Frank e Back to Black) e uma sombra anorética que vagueava pelos palcos, alvo de chacota do mundo.

A primeira sucumbiu à segunda e a mórbida maldição dos 27 voltou a verificar-se.
Fica o legado de dois discos extraordinários e os records de vendas com futuros álbuns póstumos.

Na minha memória ficará sempre a Amy dos primeiros tempos e um tema com o mesmo sample da “Made You Look” de Nas ( o próprio Nas já lamentou a morte de Amy via twitter)


Fikem bem
A.Silva

Comentários