Grandes Malhas ( MAIO 2007)


Grandes Malhas


Gift of gab
4th Dimensional Rocketships going up
2004

Gift of Gab, mc californiano que integra os Blackalicious junto de Chief Xcel, e ainda membro da Quannum Projects do qual saltam a vista nomes como Dj Shadow, Lateef, Lyrics Born e o já referido Chief Xcel.
Este foi o seu primeiro registo a solo, e que marcou indubitavelmente o ano 2004, tanto pela qualidade demonstrada como pela sua versatilidade e enormes skill no mic, algo que já vínhamos habituados dos tempos de Blackalicious.
A produção foi da responsabilidade de Vitamin D e Jake One, e GAb serviu-se do bom gosto destes para criar uns dos melhores álbuns do ano e marcar presença no top dos melhores MC’s da West Coast ou mesmo americanos.
Faixas como ‘The way of the light’, ‘In a minute doe’ e ‘Evolution’ são de altíssima rotação.


Falsalarma
Alquimia
2005

Grupo de um bairro de Barcelona, constituído por Dj Neas, o produtor Dycache Santiago e ainda os mc’s e irmãos Tito e El Santo.
Álbum que faz justiça ao seu nome porque parece que os protagonistas conseguiram transformar este álbum em ouro, pois a sonoridade, as rimas e o flow assassino destes dois ‘manos’ parecem sempre os adequados ao momento.
Uma referência para quem quiser começar a seguir mais de perto o que se faz pelas terras de ‘nuestros hermanos’.

Group Home
Livin Proof
1995

Por detrás de grandes senhores do HipHop existem, inevitavelmente, os afiliados, Dre tem-nos, os Wu-Tang também e Premier e GURU tinham a Gangstarr Foundation onde apareciam nomes como Afu-Ra, Jeru the Damaja e os Group Home, formado por Lil’Dap e Melachi the Nutcracker, tendo uma postura bem semelhante á que os Mobb Deep nos habituaram em tempos com aquele street rap duro e puro, tendo ainda vantagem de contar com um enorme vulto por detrás da produção do álbum, DJ Premier, pena o grupo não ter perdurado na ribalta como outros.
Sons como Supastar’ e ‘Livin proof’ são autênticos clássicos.



BlackStar
BlackStar
1998

Blackstar são constituídos por dois dos mc’s mais carismáticos do HipHop norte – americano, Mos Def e Talib Kweli, que editaram o álbum do mesmo nome pela conhecida Rawkus Records, editora que ficou notabilizada pelas frequentes edições de qualidade.
A carreira de ambos os mc’s ficou eternamente marcada por esta parceria que desde então nunca mais se viria a repetir, embora rumores digam que algo se avizinha.
Produções por Hi-Tek, J –Rawls, 88Key entre outros e ainda as rimas precisas e conscientes de dois excelentes mc’s. Apesar de em 98, após mortes de Tupac e B.I.G, o HipHop ter entrado em transformação para aquilo que temos hoje, os BlackStar apresentaram um outro caminho possível de se seguir, pena as tendências não o terem escolhido.



IAM
L’ecole du micro d’argent
1998

Veteraníssimos do HipHop francês, pois não andam nisto nem à 10 ou 15 anos mas sim muito próximos da casa dos 20, Aknethon, Khéops, Shurik’n, Freeman e Imhotep são os responsáveis por um nome que ficará para historia não só do HipHop francês como do mundial, pois com este álbum conseguiram atingir a fama internacional e dentro de portas conseguiram alcançar a fantástica marca de disco de diamante graças a um álbum consistente e muito bem conseguido, e como referi algo que já lhes garantiu um lugar na história apesar de continuarem, e bem, em actividade.

Editado na revista IVSTREET de MAIO

http://www.ivstreet.com/

Por: André Silva
Fikem bem

Comentários