Reasonable Doutb a 6 euritos....


Que cena do c******, lá fui eu numa das minha visitas espontâneas à FNAC do Via Catarina, pois é das poucas que ainda tem uns cd’s interessantes ( internacionalmente falando), pois ao contrário da do Norteshopping , esta FNAC ainda contempla álbuns de malta mais underground ou até mesmo alguns clássicos, e a minha surpresa esteve mesmo aí, pois estou habituado a encontrar de vez em quando esses álbuns antiguinhos tipo o The Chronic do Dr.Dre, o Aquemini ou mesmo o Atliens dos Outkast, em que o preço normalmente se situa entre os 10 e 12 euros…..até aqui tudo bem.
Contudo andava lá eu a mexericar naquilo, isto é, quando lá chego parece que aquela secção é toda minha, e não é que encontro o Reasonable Doubt, 1º grande álbum do Jay-Z, que se não estou em erro foi editado em 96, tem uma mão cheia de sons clássicos como Dead Presidents, D’evils( esta teve dedo do Premier) e o inesquecível Brooklyns Finest com B.I.G.
Esse é aquele álbum que vai marcar a grande carreira de um dos kings de NY e também vai ser sempre aquele que as pessoas vão a comparar aquando de um novo lançamento seu, pois comparar este com o mais recente Kigdom Come é uma utopia porque entre os dois passaram 10 anos, e muita da paisagem que se via em 96 alterou se completamente para actualidade.
Uma das questões que me vem sempre á cabeça e que por vezes penso, é porque raio os gaijos lá nos States, mandam um 1º álbum a arrebentar complemente, são casos flagrantes disso o NAS e o Jay-Z, ambos tiveram grandes carreiras e grandes álbuns desde aí, mas nada se assemelha ao primeiro .
NAS está prisioneiro da sua performance no ILLMATIC, como o seu actual patrão JAy-Z está do REasonable Doubt.

Mas onde eu queria chegar, é que apesar de Reasonable Doubt ser o que é, encontrá-lo a uma modesta quantia de 5,90€, é de aproveitar e mandar mais um para a prateleira, porque ter um original destes é sempre um gosto( e podem crer que o Illmatic e este ficam tão bem juntinhos na prateleira).



Já agora aproveito também para divulgar mais um blog da nossa cultura, parece que estamos cada vez menos sozinhos e ainda bem que aparece mais malta a fazer disto.









Fikem bem
A.Silva

Comentários

Nicolau disse…
Epá, não me digas nada! Eu cá andei na sexta feira a passear na fnac do colombo e apesar de ter ficado cheia de vontade de comprar meia dúzia de álbuns, era tudo a preços proibitivos. Excepto o Arrastão Verbal, que estava a um preço fixe de cerca de 12 euros. A secção internacional damn as promoções era só porcarias. E o Hip Hop internacional agora até está muito bem recheada com belos nomes, mas o preço fogo ;____;